Nioaqueonline entrevista o vice-prefeito Zakimi, pré-candidato ao pleito de 2016

Nioaqueonline entrevista Jefferson Campos Zakimi, presidente da comissão provisória do PTB ( Partido Trabalhista Brasileiro). Cirurgião dentista, mora em Nioaque desde 1998, serviu o exército por 7 anos, constituiu família no município, casando-se com a senhora Muyara Sá Lima Zakimi, pai de Enzo e Manuella.

2016-05-12 21.27.23

Vice-prefeito Zakimi sendo entrevistado pelo Nioaqueonline

Atual vice-prefeito, se intitula pré candidato ao próximo pleito.

Consagrado cidadão nioaquense, título ofertado pelo então vereador Toninho da Farmácia, funcionário público há 11 anos, lotado na secretaria de saúde. Empresário e proprietário da Clinica Zakimi de Odontologia.

Serviu o exército como oficial cirurgião dentista, sendo chefe da seção de saúde por um determinado período durante a sua passagem pela instituição.

Nioaqueonline: Como é ser vice-prefeito?

Zakimi: Atualmente estou cumprindo ao pé da letra e rigorosamente o que rege a Lei Orgânica do município, que seria substituir o prefeito em seu impedimento do exercício, no caso de licenciamento para tratamento de saúde, etc.

Nioaqueonline: No início do mandato da gestão você tinha uma expressiva atuação na gestão. Porque você se desligou do executivo?

Zakimi: Ficamos juntos por cerca de um ano, após isso, houve divergência de ideias, o que culminou infelizmente com o afastamento, não somente meu, mas todo o partido (PTB) se afastou da administração.

Nioaqueonline: O que gerou para a administração essa decisão?

Zakimi: O prefeito quis seguir administrando o município sem o auxílio, sem a contribuição do partido, seguindo suas próprias intuições e decisões.

Nioaqueonline: Como você avalia o executivo?

Zakimi: A melhor avaliação será a do eleitor , no dia 02 de outubro. Mas a meu ver, o executivo não teve competência suficiente para sanar os problemas do nosso município. E quando falo problemas, não são os mais complexos, e sim problemas básicos que a gestão vem enfrentando, tais como a falta de medicamentos da farmácia básica, como bem relatou vereador Jorge em uma das sessões da câmara e a falta de reagentes no laboratório, impedindo a realização dos exames de sangue.

Nioaqueonline: Tem como mudar esse cenário?

Zakimi: Com a atual administração acredito que após quase 3 anos e meio de gestão, já são suficientes para termos uma boa noção se houve avanços ou não das ações públicas, o que não ocorreu de forma satisfatória, na minha opinião.

Nioaqueonline: Percebemos muitas críticas da população, mas o prefeito conseguiu ter até pouco tempo unanimidade no legislativo. Como você avalia esse processo?

Zakimi: Existem duas maneiras de você administrar o município, uma delas você já disse no enunciado da questão que é ter a maioria ou a unanimidade no legislativo. A segunda forma de administrar, a meu ver é a mais importante, é ter o povo ao seu lado, fato este que não está acontecendo, infelizmente a população não está satisfeita com a administração. É o que eu visualizo.

Nioaqueonline: Há inúmeras denúncias no M.P contra o atual prefeito, você teve conhecimento de algumas?

Zakimi: Tive conhecimento de algumas, até porque foram muitas no início da gestão. Agora as denúncias atuais eu não tenho conhecimento, até por não estar participando da rotina diária da administração.

Nioaqueonline: Você foi secretário de saúde, e as contas foram rejeitadas pelo conselho de saúde, o que você tem a dizer?

Zakimi: O Conselho de saúde, apesar de ser um órgão fiscalizador e com a participação popular, estava passando por uma fase de transição, talvez por ser no início da gestão a preocupação tinha indícios de estar voltada mais para a política local do que para a situação da saúde propriamente dita. E devido a esse fato as reprovações ocorreram, e continuaram a ocorrer mesmo após a minha exoneração do cargo de secretário. Atualmente não tenho conhecimento se as contas continuam ainda a serem reprovadas. O fato é que desde a minha breve passagem pela pasta à época, até os dias atuais, continuamos a ouvir as mesmas reclamações, o que nos leva a crer que não são os secretários os únicos responsáveis pela situação que se encontra a saúde.

Nioaqueonline: Qual a sua expectativa para a próxima eleição, já que você se intitula pré candidato ao pleito?

Zakimi: Eu como político detentor de mandato e pré-candidato, sinto-me na obrigação de trabalhar para que o nosso município alcance dias melhores. Tenho percebido nessa caminhada que várias pessoas já perderam as esperanças com a política, porém eu digo à elas, para jamais desistirem e que errar faz parte do ser- humano, o que não podemos fazer é persistir no erro e eu tenho a certeza de que esse ano haverá uma renovação tanto esperada e aguardada, fazendo com que Nioaque se torne uma cidade ainda melhor para viver.

Nioaqueonline: Você foi prefeito por alguns dias quando por motivos de saúde o prefeito Gerson se afastou. Como foi lidar com as decisões em pouco período, como foi lidar com todas as situações que envolvem o executivo?

Zakimi: Durante esse período que substitui o prefeito, eu tive uma noção das inúmeras dificuldades que enfrenta o executivo diariamente. Esse período foi bom, pois me ensinou que: o prefeito que quer fazer tudo, acaba por não fazer nada, em decorrência de vários motivos tais como a baixa arrecadação e tomada de decisões equivocadas , são exemplos que contribuem para isso. Na minha opinião, o próximo prefeito terá um enorme desafio, porém se ele tiver sabedoria e priorizar os serviços essenciais, já podemos dizer que será um excelente prefeito.

 Como você avalia a atuação do poder legislativo?

Zakimi: O legislativo atua de acordo com o termômetro que se chama “povo”. Se o povo na busca de melhorias se manifestar e procurar o seu representante na busca de seus anseios, o legislativo “anda”. Agora se não houver a cobrança por parte daqueles que o elegeram, a situação pode vir a se tornar cômoda por parte daqueles que tem a obrigação e o dever de defender os anseios populares.

Nioaqueonline: Como pré candidato, o que a população pode esperar do Zakimi?

Zakimi: Pode esperar dedicação e muito trabalho, na busca da solução das inúmeras dificuldades existentes em nossa cidade. E o mais importante é que os meus interesses pessoais JAMAIS estarão à frente dos interesses coletivos.

Nioaqueonline: Deixe suas considerações finais.

Zakimi: Elizete, eu gostaria de agradecer a sua iniciativa e brilhante ideia de realizar essa bateria de entrevistas com os pré-candidatos, que serão de grande importância para o eleitor conhecer os seus futuros representantes, seja eles do executivo e do legislativo.

Eu como presidente do PTB ( PartidoTrabalhista Brasileiro), considero que a próxima eleição será um divisor de águas para a política, não só do nosso município, mas também para o Brasil, tendo em vista que a população está a cada dia, mais bem informada, exigente e conhecedora dos seus direitos. Temos no PTB ótimos nomes para disputar uma vaga na Câmara de vereadores, tais como o Geomar da Farmácia e o Tadeu da saúde, ambos, pessoas pinçadas da comunidade e que reúnem todas as qualidades para exercer o cargo.

Coloco-me também sob a avaliação da população de Nioaque como pré-candidato ao executivo , ao legislativo ou simplesmente como colaborador para elegermos os nossos futuros representantes, em outubro próximo.

542060_287730141322621_26166489_n

Vice-prefeito e sua esposa Muyara

Parabéns ao site Nioaqueonline, que este ano completa 10 anos de existência e um grande abraço a todos os leitores!