Turismo

LUGARES CONSIDERADOS PONTOS TURÍSTICOS DE NIOAQUE

BALNEÁRIO SALTINHO

Fazenda Minuano

Pegada do DINOSSAURO

Os Paleontólogos Sandro M. Scheffler e Rafael Costa da Silva, doutorandos da Universidade Federal do Rio de Janeiro, realizaram uma expedição em setembro, no município de Nioaque para observações das rochas do local e tentar encontrar novos vestígios de pegadas de dinossauros no local. Foi achado outro sítio paleontológico onde existem pelo menos 15 pegadas distribuídas em uma laje rochosa submersa no leito do rio, em uma área de cerca de 75 m2. As pegadas encontravam-se cobertas por 20 a 30 centímetros de água com o nível do rio baixo devido à seca.  As rochas são conhecidas pelo nome de Formação Botucatu, formadas a aproximadamente 100 milhões de anos atrás. Naquela época Nioaque fazia parte do maior deserto que já existiu na terra, o deserto Botucatu, que se estendia pelos estados do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, parte da Argentina, Paraguai, e Uruguai. Neste deserto havia uma diversificada fauna composta por animais de diversos tamanhos, incluindo mamíferos e dinossauros.

Fonte: Dourados News

CAVADONGA

CAVADONGA