Símbolos de Nioaque

Hino de Nioaque

Nioaque! Nioaque! Nioaque!

Cidade que não pode parar,

Trabalhamos incessantemente,

Para ver o município prosperar.

I

Terra querida, berço de heróis,

Mais de cem anos de luta atroz,

Mato Grosso do Sul dela se orgulha,

Desde os tempos de nossos avós.

II

Campo de lutas e de conquistas,

Debaixo deste glorioso céu de anil,

Com a pecuária e a lavoura comandando,

A batalha do progresso do Brasil…

III

Pensando sempre na grande Nação,

Vendo o progresso aqui chegar,

Hoje Nioaque é o nosso próprio coração,

E para frente: “Custe o que custar”!

A letra e a Música do Hino a Nioaque foi composta pelo Capitão Ronaldo G. Fernandes e apresentada pela primeira vez no dia 31 de março de 1965, pelos alunos do Ginásio Estadual de Nioaque.

 

 

Brasão de Nioaque

brasao

O Brasão de Nioaque foi criado no ano de 1989, através da Lei N.º 908/98. O então Prefeito Municipal da época, Dr. Anastácio Martins Coronel, no uso de suas atribuições legais Sancionou o Ato Legislativo N.º 4/89, onde o Poder Executivo Municipal de Nioaque, autorizou a instituição de um Concurso Público, para a escolha do Brasão do Município. Foi escolhida uma Comissão Especial para  julgar os trabalhos dos participantes. O prêmio destinado ao vencedor foi de NCrz$ 500,00(quinhentos cruzados novos). O vencedor do concurso foi o artesão João Orsidiney Xavier, morando atualmente  no estado Tocantins, cidade de Miracema do Tocantins.

Uma Relíquia!

DSC04614

O Brasão de Nioaque esculpido pelo próprio autor e artesão João Orsidney Xavier.

Referência: Lei Municipal de  N.º 908/89.

 

 

Bandeira do Município

Digitalizar0001_2

A Bandeira do Município de Nioaque foi criada pelo ex-Prefeito, Senhor Altevir Soares de Alencar, foi criada em 28 de Janeiro de 1978, pela Lei Municipal n.º 767/78.

Significado

Faixa Verde: A faixa verde simboliza nossas potencialidades agrícolas, nossa flora, que abriga rica fauna, incluindo-se a rede hidrográfica, sem a qual as matas não vicejariam.

Faixa Branca: A faixa branca representa a paz conseguida  após a Guerra do Paraguai.

Faixa Vermelha: A faixa vermelha é o símbolo do sangue dos heróis, vertido durante a Guerra do Paraguai, uma vez que Nioaque foi palco de operações bélicas, de sofrimentos vivenciados  pela coluna do Coronel Carlos de Moraes Camisão, durante a Retirada  da Laguna.  Esse sangue é o mesmo que hoje circula nas veias e nas artérias do ativo e heróico povo nioaquense, impulsionando-o para os caminhos do progresso e da justiça.

Cruz de Cristo: A Cruz de cristo consubstancia, em si, a fé e a moral cristã, tradição da religiosidade do nosso povo.

A Frase “PRIMUS INTER PARES”: A frase latina “PRIMUS INTER PARES”, tem a tradução literal diversificada: “Primeiro entre os demais”, “Primeiro entre os seus Pares”, “Primeiro entre a da nossa categoria”; porque Nioaque foi a primeira a sofrer os combates da Guerra. A primeira a lutar sozinha em busca da Paz perdida. A primeira a ficar no isolamento geográfico após a Guerra e a primeira a partir na marcha conjunta de todos os outros municípios Mato-grossenses.