Nioaque registra primeiro contrato de união estável homoafetivo masculino

 

 

Na manhã de 26 de junho, o Cartório de registro civil de  Nioaque registrou pela primeira vez um contrato homoafetivo entre dois homens. O contrato foi assinado entre  Rosivaldo Lopes (43) , funcionário do Poder Legislativo, e Geovane Arruda Domingos dos Santos (47) militar aposentado.

O relacionamento entre os dois teve início no ano de 1996, e a maior dificuldade enfrentada foi o preconceito por parte de familiares e da sociedade, que não aceitava o fato de dois homens sentirem amor um pelo outro outro.

Com o tempo as pessoas foram se acostumando, e hoje Rosivaldo que é conhecido por “Val” disse que é mais fácil de lidar com a situação, e que o preconceito ficou no passado.

Atualmente o casal mora junto, e pretende em seis meses oficializar o casamento, eis que por ora firmaram a união de 23 anos em um contrato de união estável.

Testemunharam a união as amigas de trabalho Kenia Cristina Andréa de Souza, e Elizete da Costa Maidana.

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *