Nioaque inicia guerra contra o mosquito

A Prefeitura Municipal de Nioaque iniciou ontem uma campanha de combate a dengue, com ações denominada guerra contra o mosquito Aedes aegypti. Toda as estruturas das secretarias de Saúde, Obras, Governo e Rural foram disponibilizadas inicialmente  no Bairro São Miguel e contou ainda com efetivo do 9º GAC com viaturas de apoio.

Dengue é uma doença infecciosa aguda e possui 4 sorotipos (DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4). É transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti infectado. Ocorre principalmente em áreas tropicais e subtropicais do mundo, inclusive no Brasil. As epidemias geralmente ocorrem no verão, durante ou imediatamente após períodos chuvosos.

O quadro clínico é amplo, apresentando desde uma síndrome febril inespecífica até quadros graves como hemorragia, choque e às vezes óbito. É uma doença de notificação compulsória e sua forma grave é de notificação IMEDIATA. A forma clínica clássica é conhecida como dengue clássica ou febre da dengue e a forma grave, febre hemorrágica da dengue.

A melhor forma de se evitar a dengue o zika vírus e a febre chikungunhya, doenças transmitidas pele mesmo vetor é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença. Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.

 

Não é só a efetivação da campanha dos órgãos públicos que  proporcionaram um resultado satisfatório, é importante que a população participe limpando seus quintais eliminando quaisquer possibilidades do vetor praticar a desova. Sem essa atitude dos moradores a ação de guerra contra o mosquito não terá a mesma eficácia. A conscientização da comunidade deve ser para todos os dias do ano, basta um descuido e lá se foi toda ação da prefeitura prejudicada.

O Prefeito Gerson Garcia, apesar de não estar na abertura da ação no bairro São Miguel devido a compromissos na capital, manifestou total apoio a movimentação de todas as pessoas envolvidas nesta campanha, inclusive o apoio dos militares do 9º GAC. E afirmou estar presente em outros momentos que ocorrerá durante toda a semana nos Bairros Monte Alto, Jardim Ouro verde, baia, centro e vila Santa Amélia, Nova Esperança e Santa Terezinha.

Se seis municípios de Mato Grosso do Sul figuram no pé da lista da epidemia de dengue, sem registros da doença este ano, outras localidades mostram situação contrária. Nioaque, por exemplo, encabeça o “ranking” da doença em 2016, com 135 notificações este ano, conforme boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde. É um caso para cada 106 habitantes.

Fonte da notícia: http://tpnews.com.br/




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *