Menina ferida em explosão no Rio tem alta e diz querer voltar à escola

Menina ferida em explosão no Rio tem alta e diz querer voltar à escola

Acordei, estava sentindo dor e o guarda-roupa estava em cima de mim’, diz.
Explosão em São Cristóvão deixou 8 feridos e interditou mais de 50 imóveis.

A menina Beatriz Galdino Araújo, de 9 anos, que sobreviveu a uma explosão que atingiu 50 imóveis em São Cristóvão, na Zona Norte do Rio, recebeu alta pouco antes das 18h desta segunda-feira (19), do Hospital Municipal Souza Aguiar. Sorridente, disse que quer voltar à rotina e que ficará na casa de parentes.

Beatriz foi salva ao ficar protegida dos escombros por um guarda-roupas. No total, oito pessoas ficaram feridas na explosão. Veja a cobertura completa em tempo real.

“Eu estava dormindo. Quando eu acordei, estava sentindo dor e o guarda-roupa estava em cima de mim”, contou. “Penso em retornar à minha vida. Voltar à minha escola.”

A menina precisou ficar em observação por cerca de 12 horas porque bateu a cabeça, mas não teve nenhuma fratura ou ferimento. Todos os exames realizados na menina não acusaram problema.

A família de Beatriz era dona do restaurante Imbueiras, que ficava ao lado de uma pizzaria onde teria ocorrido a explosão.

Também deixou o hospital no fim da tarde o idoso Manoel Araújo, de 84 anos, outro que havia ficado hospitalizado. Os outros seis feridos já haviam recebido alta anteriormente.

“Lembro que gritava muito por socorro, muito, muito, muito. Quando comecei a perder o fôlego, que vi que eu ia desmaiar, chegou um bombeiro, rapaz muito delicado, e disse: ‘Você tenha paciência, tenha fé em Deus, que você vai sair dessa”, disse Manoel, já dentro do táxi na saída do hospitala unidade.

Mais de 50 imóveis interditados
Até as 17h, 54 imóveis seguiam interditados na área do incidente. Segundo o subsecretário de Defesa Civil, Márcio Motta, 11 dos imóveis foram ao chão com a explosão e outros três foram demolidos devido ao risco de desabamento.

A explosão ocorreu por volta das 3h da madrugada desta segunda e foi tão forte que pode ser ouvida na região do Sumaré, a 6 km de distância do local. Ficaram destruídos totalmente 14 imóveis.

A maior parte dos imóveis atingidos fica na Rua São Luiz Gonzaga, onde ficaram espalhados pedaços de concreto, entulho e muito vidro.

A causa da explosão ainda não foi descoberta, mas os bombeiros suspeitam de vazamento de gás. A Prefeitura do Rio de Janeiro investiga se o acidente foi causado por um botijão de gás irregular em local fechado.

Fonte: G1

FONTE LINK:
Menina ferida em explosão no Rio tem alta e diz querer voltar à escola




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *