Investimentos garantem avanço do cinema nacional

Investimentos garantem avanço do cinema nacional
O maior programa brasileiro de desenvolvimento do setor audiovisual terá sua continuidade garantida pelo Ministério da Cultura e pela Ancine (Agência Nacional do Cinema). Amanhã será lançado, no Rio de Janeiro, o Programa Brasil de Todas as Telas – Ano 2. O lançamento demonstra a aposta do governo no setor que reúne forte potencial de inovação e criatividade – a partir dos quais a economia ganha competitividade e sustentabilidade. Está previsto o investimento total de R$ 716 milhões no programa. O detalhamento das ações será anunciado às 10h30, no Espaço Bndes, localizado na Avenida República do Chile (Centro, RJ).
O Programa Brasil de Todas as Telas apresenta ações para a produção e a difusão de filmes e séries, e para abertura e digitalização de cinemas em todo o País. Ele representa um marco na dinâmica do mercado audiovisual e tem consolidado as políticas desenvolvidas ao longo da última década para o setor. Segundo dados da Ancine, entre os destaques relacionados ao programa estão a inauguração anual de mais de 200 salas de cinema no País, o crescimento das bilheterias do cinema e a mobilização da capacidade técnica e artística nacional.
Além do lançamento do Ano 2, incluindo panorama geral com os resultados do primeiro ano do programa, amanhã também será lançado o Calendário de Financiamento da Ancine, ou seja, o cronograma oficial de lançamento das ações da Agência. O calendário permitirá o melhor planejamento e gestão, por parte dos agentes econômicos, da carteira de projetos audiovisuais. A medida faz parte do Plano de Qualificação da Gestão do Financiamento, o ANCINE + Simples, que busca a simplificação e a modernização das operações financeiras da Agência.
Estão previstas para prestigiar o lançamento, as presenças do ministro da Cultura, Juca Ferreira; do diretor-presidente da Ancine, Manoel Rangel; do presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho; do secretário do Audiovisual do MinC, Pola Ribeiro; do Presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Luis Fernandes; e do presidente do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Neuto Fausto de Conto.
Histórico
O Programa Brasil de Todas as Telas, lançado em julho de 2014 pela presidente Dilma Rousseff, foi moldado para atuar na expansão do mercado e na universalização do acesso às obras audiovisuais brasileiras. O programa, uma ampla ação governamental que visa transformar o País em um centro relevante de produção e programação de conteúdos audiovisuais, foi formulado pela Ancine, em parceria com o MinC, e com a colaboração do setor audiovisual por meio de seus representantes no Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).
Larissa Leite
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura

FONTE LINK:
Investimentos garantem avanço do cinema nacional




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *