Grupo Montesa investe em tecnologia avançada para reduzir custos de produção

Grupo Montesa investe em tecnologia avançada para reduzir custos de produção

Investimento em plataforma inovadora prevê redução a partir de 40% em fungicidas, já que identifica o melhor momento para pulverizar a lavoura

Os efeitos das mudanças climáticas no planeta e a sua imprevisibilidade têm prejudicado os agricultores de Norte a Sul do Brasil. Para piorar ainda mais, os cenários econômicos atuais como a alta do dólar, aumento dos juros e a recessão no país têm provocado forte inquietude também no agronegócio. Por isso, inúmeros agricultores buscam investir em tecnologias que permitem reduzir seus custos de produção sem comprometer a produtividade das lavouras. Edú Spinacé, diretor do Grupo Montesa Agro, é um deles. O grupo vem trabalhando há duas safras com a plataforma tecnológica da Olearys com bastante sucesso. Tal plataforma determina a favorabilidade climática para ocorrência de doenças na plantação de batata, identificando o risco para infecções da Requeima e Pinta Preta na cultura e auxiliando sua equipe técnica a identificar o melhor momento de pulverizar a lavoura.

O investimento nessa plataforma de serviço permite realizar o monitoramento meteorológico automático em seis áreas de plantio, totalizando uma área de 282 hectares de batata. A tendência é que o o serviço abranja a totalidade da área cultivada com batata, projetada em 1,2 mil hectares/ano. Desenvolvida pela empresa brasileira Olearys, a plataforma Hemisphere Pro, através do monitoramento climático, processa eventos meteorológicos e gera coeficiente de riscos que alertam sobre a probabilidade de infecção das doenças. Essa solução inteligente auxilia e suporta decisões mais assertivas, no que se refere à aplicação de fungicidas nas lavouras, permitindo assim um melhor resultado econômico com o aumento de eficiência técnica e redução dos custos de produção.

Os resultados obtidos no grupo comprovam uma redução de 40% no número de aplicações dos fungicidas usados para controle de doenças, quando comparado com o método tradicional. Para Edú Spinacé, diretor do Grupo Montesa Agro, a segurança para a tomada de decisão do momento de aplicação, a redução dos impactos ambientais e a produção de alimentos mais seguros tanto para os trabalhadores quanto para os consumidores foram fatores fundamentais para a contratação da plataforma.

“Inicialmente ficamos reticentes em diminuir o número das aplicações de fungicidas, mas hoje já estamos trabalhando as pulverizações com maior segurança por eliminarmos o caráter empírico nas tomadas de decisão. A assertividade e a precisão do monitoramento impressionam. Com essa eficiência técnica conseguimos efetivar o manejo integrado das doenças, evitando perdas e danos nas lavouras”, afirma Spinacé.

A tecnologia – Nesse período de estiagem da água e imprevisibilidade cada vez maior do clima, o uso do monitoramento do micro clima das lavouras é indispensável para se alcançar uma maior eficiência técnica, econômica e ambiental. “Instalamos equipamentos de qualidade que possuem sensores com alta exatidão para monitorar a umidade e temperatuda do ar, chuva, e período de molhamento foliar na cultura, o que nos permite indicar de maneira racional a aplicação dos agroquímicos, no momento correto e na dose certa, promovendo um maior desenvolvimento sustentável da propriedade agrícola”, explica Vitor Balbi, coordenador da Olearys.

Segundo ele, a partir do primeiro decêndio do mês de julho, a favorabiliade climática para infecção da Requeima na micro região monitorada reduziu muito, chegando a patamares relativamente baixos, coincidindo com a diminuição do número de horas que as folhas permanecem molhadas no campo, o que reduz o risco de infecção e a proliferação das doenças.

Fonte: Portal do Agronegócio

FONTE LINK:
Grupo Montesa investe em tecnologia avançada para reduzir custos de produção




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *