Governo Federal oficializa situação de emergência em Nioaque

 

 

O Governo Federal publicou nesta terça-feira (01) portaria que reconhece situação de emergência em Nioaque, a 179 quilômetros de Campo Grande. Em função das chuvas intensas e alagamentos, o Governo do Estado decretou emergência, no dia 28 de janeiro, para esse e outros sete municípios.

 
DSC_0675No dia 14 de janeiro, 15 famílias tiveram que deixar suas casas e o córrego Cavadonga transbordou e interrompeu o tráfego na BR-060, por duas horas. O Exército Brasileiro foi acionado para dar apoio à Defesa Civil no atendimento aos desabrigados. Estadas ficaram extremamente danificadas. 
 
O bairro Bahia foi um dos mais atingidos pela chuva, que alagou casas e fez com que os moradores perdessem vários pertences. Na área rural, uma ponte no assentamento Uirapuru caiu e a cabeceira de outra ponte da aldeia Brejão cedeu. As condições das estradas afetaram a locomoção dos moradores e o transporte escolar.
 
Nioaque está entre os 34 municípios que constam no Fide (Formulário de Informações do Desastre). A portaria da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil vale também para cidades da Bahia, Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e São Paulo.
 
Mato Grosso do Sul tem 37 cidades em situação de emergência em função das chuvas, 21 delas tiveram reconhecimento pela União. No início deste mês, o governo estadual firmou contratos emergenciais de R$ 8,4 milhões, para atender a malha viária de 16 municípios. A BTG Empreendimentos, Locações e Serviços foi contratada para atender Jardim, Guia Lopes da Laguna e Nioaque, por R$ 1.500.940,07.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *