Danilo Catti solicita 02 viaturas para o 4º Pelotão da Polícia Militar de Nioaque

 

 

 

Segurança para os munícipes é tema de destaque do vereador, que propõe pedido para atender a demanda através do projeto MS + Seguro

 

 DSC_6467Vereador Danilo Catti (PSDB), presidente do poder legislativo de Nioaque, no uso de suas atribuições, colocou sob apreciação da Casa de Leis, requerimento dirigido ao governador do estado Reinaldo Azambuja, a José Carlos Barbosa, Secretário de Estado de Segurança Pública, e Antonio Carlos Videira, Secretário-Adjunto de Segurança Pública-MS, requerendo esforços no sentido que através do Projeto MS+Seguro, o município de Nioaque seja contemplado com a designação de 02 (duas) viaturas, para atender o 4º Pelotão da Polícia Militar do município.

 

Danilo Catti disse que  obteve conhecimento través do Projeto MS+Seguro, em que o governo estadual adquiriu 195 novas viaturas para disponibilizar a Polícia Militar do estado, visando com isso melhoria no desempenho das funções do efetivo segurança pública do cidadão, e, levando em conta que o município de Nioaque está há mais de 10 anos sem receber uma viatura nova, onde atualmente conta com uma frota de apenas 05 viaturas, sendo que três encontram-se dada baixa e duas em uso.

 

Danilo salientou que as duas viaturas que ainda estão em uso, são mantidas em sua maioria, com ajuda de recursos financeiros  dos Conselhos de Segurança e Conselho da Comunidade do município de Nioaque,  porém,  as mesmas estão em condições precária de uso, colocando inclusive em risco a integridade física de seus ocupantes e da população.Tendo em vista que a Polícia Militar de Nioaque, realiza o policiamento nos perímetros urbano e rural do município, sendo que na área rural é guarnecido por uma Equipe do Grupamento Tático designada somente para este fim.

 

 
“Nosso município possui uma extensa área, que de um extremo ao outro chega há aproximados 120 quilômetros de distância (Assentamento Uirapuru ao Assentamento Palmeira). O Grupamento Tático é o responsável pelo patrulhamento rural, que além das propriedades rural, atendem às solicitações de ocorrências nos dez projetos de assentamentos existentes, bem como as quatro aldeias indígenas, o que fica explícito que quase em sua   totalidade, o município apresenta uma malha viária em situações regulares a péssimas, necessitando assim de viaturas com características que possam trafegar no terreno apresentado” disse Danilo.

 

Outra consideração feita pelo vereador foi quanto as estradas vicinais, comumente utilizada para o tráfico de drogas, contrabando ou descaminho, a exemplo da MS 347 que liga o município de Dois Irmãos do Buriti, e MS 166 que dá acesso a Estrada do Polaco, onde houve um aumento considerável de abigeato, furtos de peças, maquinário e suprimentos nas propriedades rurais daquelas localidades.

Colocadas as razões da realidade do município, e enfatizados as necessidades das autoridades competentes, a propositura obteve assinatura em apoio dos vereadores Valdeci Ferreira dos Reis (PMDB), Luis Fina de Oliveira (PT) e Pablo Ruan Pache Corrêa (PSB), sendo aprovada por unanimidade.

 

 

Edição e  Fotos: Elizete Maidana




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *