Coceira no couro cabeludo pode ser sinal de que algo está errado

Coceira no couro cabeludo pode ser sinal de que algo está errado

Sentir coceira ou dor no couro cabeludo não é comum.
Coceira pode ser sinal para fungo, dermatite seborreica, piolho.

O Bem Estar desta quarta-feira (7) falou sobre os cuidados com o cabelo. Como usar apliques e mega hair? Como comprar o cabelo? Você sabe o que é foliculite capilar? Para tirar todas as dúvidas convidamos a consultora e dermatologista Márcia Purceli e a cabeleireira Silvana Rizzardi.

Sentir coceira ou dor no couro cabeludo não é comum. Ao coçar a cabeça, as unhas fazem um ‘buraco’ e permitem a entrada de bactérias presentes no couro cabeludo e nas unhas, levando a uma inflamação da pele, conhecida como foliculite capilar. A coceira também pode ser um sinal de alerta para fungo, dermatite seborreica e piolho.

A foliculite pode ser confundida com uma espinha. Entretanto, não existe espinha no couro cabeludo. Se for constante, procure um dermatologista. Quanto mais precoce o tratamento, melhor. Ela se divide em três tipos:

– foliculite: na maioria das vezes é causada porque o couro cabeludo não é lavado corretamente.
– foliculite decalvante: é um tipo mais grave que causa alopecia e pode levar à queda de cabelo irreversível.
– foliculite queloidiana da nuca: atinge principalmente homens negros. Os cabelos negros nascem muito enrolados, para dentro do couro cabeludo e causam uma agressão. O processo forma um queloide porque os negros têm mais tendência a terem este problema.

O tratamento é feito com antibiótico e com uso de shampoo manipulado com antisséptico. Ele é demorado e difícil e, apesar de controlar o problema, a foliculite não tem cura.

Mega hair x aplique
Você sabe a diferença entre os dois? O mega hair são mechas de cabelo que fixam nos fios usando diferentes técnicas e exige uma manutenção a cada 40 ou 60 dias. As mechas são feitas com cabelo natural ou processado.

Já o aplique é o tic tac, não fica fixo no cabelo. Dá para tirar em casa, sem precisar de produtos especiais ou profissionais especializados.

O mega hair precisa de cuidados especiais como lavar os cabelos todos os dias e pentear os fios com escova sem bolinha na ponta. Quem usa o mega hair tem mais chance de ter caspa, coceira ou foliculite.

Piolho
Ele é um bichinho indesejável que adora habitar, principalmente, a cabeça da criançada. O piolho é um inseto bem pequenininho, mede menos de meio centímetro, e se espalha com muita facilidade. A fêmea consegue botar até dez ovinhos por dia.

Em oito dias, esses ovinhos, que conhecemos como lêndeas, dão vida a mais piolhos, que sobrevivem por até 30 dias na cabeça da gente. “Se você não tratar, ou demorar a tratar, e a infestação for grande, você pode ter feridas na cabeça, pode ter ínguas no pescoço que podem complicar”, alerta o pediatra Sandro Pena.

Algumas receitinhas podem ajudar no tratamento do piolho, como o vinagre. Entretanto, ele não mata o inseto. Nunca use álcool e opte sempre pelo remédio indicado pelo médico. E como prevenir? “Cuidado com a higiene pessoal, com o cabelo preso. Se tiver que mandar pente, shampoo, toalha para a escola, tenha o kit próprio. Não compartilhe com outras crianças”, explica o pediatra.

Fonte: Bem Estar

FONTE LINK:
Coceira no couro cabeludo pode ser sinal de que algo está errado




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *