Catadora de latinhas recicláveis ganha destaque em Nioaque

 

 

Pela ação, irá receber Título de cidadã Nioaquense

 

DSC_7539Do anonimato para o mundo midiático, assim explodiu a história de vida de Tânia Vangilda Pimentel Fernandes.

Conhecida em Nioaque por catar latinhas recicláveis e vender algodão doce, surpreendeu a muitos pelos motivos de sua atitude.

Sem ter o devido conhecimento de sua ação, muitos a criticavam por fazer esses trabalhos, haja vista ser bem resolvida financeiramente.

O que não faltou na vida de Tânia foi correr atrás de seus sonhos.

Nascida em 02 de abril de 1958, seu pai Felipe Fernandes e Izartina Nunes Fernandes, nasceu em nova esperança município de Amambaí-MS, em uma família de sete irmãos sendo seis biológicos e um adotivo, foi criada em uma família muito pobre, a mãe se separou de seu pai ainda gestante, foi crianda somente pela mãe e avós maternos, sua avó era paraplégica, seu avô era gaucho gostava de corridas de cavalos.

 

Aos 16 anos se casou e teve um problema de saúde foi abandonada ainda no hospital por causa desse problema, não pode gerar filhos, mas teve a oportunidade de adotar e criar dois filhos. O mais velho Deus o levou com apenas 22 anos de idade, o segundo filho hoje está com 18 anos. Não teve a oportunidade de estudar, com 20 anos conheceu o Sr. Cesário e passou a morarem junto, sempre trabalhou ao lado dele, estando unidos há 30 anos.

Voltou a estudar, através do programa EJA, passou no concurso, e começou a trabalhar na saúde.

Sempre ajudou as crianças, mas vendo as necessidades dos pacientes doentes, foi onde teve a iniciativa de catar latinhas para juntar dinheiro, e passou a ajudá-los com coisas básicas como confecção de lençóis, forros de camas.

Muito emocionada, contou sua história de vida, trabalhando em silêncio em prol dos necessitados.

Ao conhecer sua história, o presidente do poder legislativo de Nioaque, vereador Danilo Bortoloni Catti apresentou projeto de decreto legislativo, concedendo à Tânia, a mais alta honraria do poder legislativo, que é o Título de Cidadã Nioaquense.

A história de Tânia explodiu nas redes sociais, onde foi compartilhada, muitos internautas a parabenizou e a referenciou como exemplo a ser seguido.

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *