Brasnorte-MT e Nioaque-MS decidem o título da Copa dos Campeões, e Brasnorte-MT consagra-se Campeão

 

 

DSC_9042-088O sonho de Nioaque em  trazer o título  da Copa dos Campeões  foi interrompido com a vitória de Brasnorte-MT por 6 a 2 em um jogo disputadíssimo, com feras no esporte de ambos os lados. A capital mato-grossense, Cuiabá,  reuniu  o campeão e vice da Copa Morena e da Copa Centro América, afiliadas a Rede Globo de Televisão. Na sexta-feira (20/11) o representante douradense, Latinos F.C, empatou com Nioaque em 3 a 3,  o empate garantiu ao time de Nioaque disputar a final que aconteceu no sábado a partir das 14 horas.

Nioaque, por ter sido o campeão da Copa Morena, entrou em quadra com o benefício do empate, e soube muito bem jogar com tal vantagem. O Latinos, que só a vitória interessava, logo no começo do jogo impôs forte ritmo, e a pressão deu certo, Lexandre e Renatinho fizeram 2 a o para os douradenses, mas a experiente equipe de Nioaque chegou ao empate. Já na segunda etapa Gugu, mais uma vez, colocou o Latinos na frente, 3 a 2, mas Nioaque, já no fim da partida, fez o gol de empate e garantiu sua classificação à grande final.

Brasnorte é o campeão dos campeões. O time de Mato Grosso goleou o Nioaque por 6 a 2 e ficou com o título da edição 2015 da Copa dos Campeões de futsal. Jogando no ginásio de esportes da UFMT na tarde deste sábado, em Cuiabá, o time do norte mato-grossense não deu chances para os rivais do sudoeste de Mato Grosso do Sul e venceu com convicção. Nioaque foi bravo até o fim, mas não resistiu à qualidade de jogo do Brasnorte.

A competição, promovida pela Rede Matogrossense de Televisão e que envolve campeões e vices da Copa Morena e Copa Centro América de futsal, chega este ano à décima edição. Mato Grosso leva vantagem no número de títulos: 6 a 4. O prêmio para o time campeão deste ano foi um automóvel zero km.

No primeiro lance do 2º tempo, MacGayver carregou pela esquerda e fez o terceiro do Brasnorte. Só que Kazão manteve o Nioaque com esperanças ao finalizar de primeira, ainda aos 2 minutos. Os sul-mato-grossenses então passaram a pressionar o Brasnorte e lançou mão do goleiro-linha. Foi em um avanço do arqueiro que os mato-grossenses aproveitaram o contra-ataque para fazer o quarto gol com MacGayver, aos 12.

Faltando quatro minutos para o fim, Tiaguinho diminuiu a diferença. Um minuto depois, Diângelo aproveitou a meta vazia para fazer o quinto do Brasnorte. O Nioaque não desistiu e até o fim tentou pressionar o rival com a presença do goleiro-linha. Pepê fez o sexto e deu números finais ao confronto.

Brasnorte: 1-Rafael, 8-Pepita, 4-Miséria, 10-MacGayver, 7-Pepê. Técnico: Adriano

Nioaque: 20-Marquinhos, 8-Kazão, 14-Thiaguinho, 13-João Jairo,  11-Binatti. César de Moraes




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *